O que é considerado "normal" em termos de amamentação?

Quando se é mãe pela primeira vez, é difícil perceber se as suas experiências de amamentação são típicas ou não. Por isso perguntámos a uma especialista se existe mesmo uma amamentação "normal"

What is normal in breastfeeding?
Medela expert Jacqueline Kent
Dr Jacqueline Kent , Research Fellow , Hartmann Human Lactation Research Group:
Jacqueline entrou para o grupo de investigação da Universidade da Australia Ocidental em 1986 e concluiu o Doutoramento em 1999. Atualmente investiga os aspetos bioquímicos e fisiológicos da síntese e extração do leite materno, focando-se na informação científica que possa ajudar no apoio a mães que amamentam durante mais tempo.

A Dr.ª Jacqueline Kent e a sua equipa passaram anos a investigar a amamentação e descobriram que é diferente para cada mãe e cada bebé.

Qual das suas descobertas a surpreendeu mais?

A variabilidade. O "normal" pode ser tão variado. Estávamos muito habituados a manuais afirmando que o bebé devia comer de 8 a 12 vezes por dia e devia ganhar 150 g de peso por semana. Mas os bebés não leram os manuais e fazem o que querem! Alguns bebés crescem mais devagar e outros crescem muito rapidamente.

Os nossos estudos de bebés com um a seis meses, amamentados exclusivamente, mostram que tipicamente mamam entre 4 a 13 vezes por dia, entre 12 minutos e cerca de 1 hora em cada sessão de alimentação.1

Quanto leite bebem os bebés amamentados?

Os nossos estudos mostram que podem beber tão pouco como 54 ml ou tanto como 234 ml de leite em cada sessão de alimentação.1

Por vezes, as mães pensam que o seu bebé teve uma boa sessão de alimentação e ficam surpreendidas quando descobrem que ele apenas bebeu uma pequena quantidade de leite. Outras vezes pode estar a abocanhar e a largar a mama, mamando apenas durante poucos minutos e, no entanto, beber 100 ml. Portanto, estar irritadiço não quer dizer que esteja a beber menos leite em geral.

Todos os bebés são diferentes, mas todos bebem o que precisam. Alguns podem passar muito bem com 500 ml por dia, outros bebem até 1356 ml por dia!

E sabia que, em média, os meninos bebem todos os dias mais 76 ml do que as meninas? Desde que a sua produção de leite seja adequada, o seu bebé marcará o seu próprio ritmo.

As mães devem oferecer uma mama ou ambas?

Aconselho as mães a oferecerem a segunda mama depois de amamentarem da primeira. Se o seu bebé aceitar, muito bem. É óbvio que quer mais. Mas se não quiser, não se preocupe. Deixe o seu bebé decidir. Ele sabe até que ponto a barriga está cheia. A nossa investigação mostra que 30% dos bebés mamam apenas de uma mama e 13% mamam de ambas, mas a maioria (57%) faz uma coisa e outra.1

Como é que uma mãe pode perceber se o seu bebé está a receber leite suficiente?

Na minha experiência, muitas vezes as mães sentem-se culpadas e preocupam-se por poderem não estar a produzir leite suficiente. Pergunte a si própria: O meu bebé está a crescer e a ganhar peso? O meu bebé está alerta? Tem um bom tom de pele? Está a produzir fraldas molhadas e fraldas sujas suficientes? Se tudo isto estiver a acontecer, então, quer ele esteja a ter sessões de alimentação longas, quer curtas, fique descansada que está a dar leite suficiente.

Qual é a ideia mais errada que as futuras mães têm acerca da amamentação?

As mães têm tendência para pensar que à medida que os seus bebés crescem necessitam de mais sessões de alimentação e de uma maior quantidade de leite a cada 24 horas. Muitas vezes ficam muito surpreendidas quando lhes digo que entre as quatro e as vinte e seis semanas, se tudo estiver a correr normalmente, não há diferença na sua produção total de leite.2

Nos primeiros meses, os bebés crescem muito rapidamente e têm uma atividade metabólica elevada. O leite que bebem destina-se principalmente ao crescimento e à manutenção do seu metabolismo.

Depois, dos três aos seis meses, a sua atividade metabólica diminui, tal como o seu ritmo de crescimento e, portanto, a mesma quantidade de leite é suficiente. Isto significa que o seu bebé não precisa de aumentar a ingestão de leite à medida que vai crescendo. Na verdade, as sessões de alimentação ficam mais curtas e menos frequentes e, no entanto, o bebé continua a receber a mesma quantidade de leite, pois alimenta-se de uma forma mais eficiente.

A sua investigação mostra quando é que os bebés amamentados começam a dormir toda a noite?

A maioria dos bebés mama à noite. A capacidade dos seus estômagos não é suficientemente grande para passarem toda a noite sem uma sessão de alimentação e o leite materno é digerido muito rapidamente. Portanto, claro que acordam à noite com fome. E é provável que isto aconteça pelo menos durante os primeiros seis meses. Amamentar durante a noite é normal. Quando está acordada à noite a amamentar o seu bebé, pode ter a certeza que em todo o mundo outras mães com bebés da mesma idade estão a fazer o mesmo e esperemos que seja só por poucos meses.1

O que é que mais preocupa as mães nas primeiras semanas de amamentação?

As preocupações mais comuns são se o bebé faz uma pega correta, se mama bem e se fica satisfeito depois de mamar. Também é normal as mães preocuparem-se com as dores nos mamilos. O principal é ter uma boa posição de amamentação e o bebé abocanhar bem a mama desde o início, porque, pode parecer anedota, mas isso faz uma grande diferença, tanto para a transferência de leite, como para o conforto da mãe.

Quando é que uma mãe se deve preocupar por a amamentação não ser normal?

A mãe deve atingir a produção de leite completa às duas semanas. Se um bebé não tiver recomeçado a ganhar peso cinco ou seis dias após o parto, as campainhas de alarme devem tocar. Os pais devem procurar aconselhamento médico e os profissionais de saúde precisam de se certificar que o leite está a ser produzido e que a sua composição está a mudar de colostro para leite maduro.

Que conselhos sobre amamentação daria a uma nova mãe?

Tenha contacto pele-com-pele com o seu bebé logo que possível depois do parto. Amamente na primeira hora, se puder, ou pelo menos encoraje o seu bebé a abocanhar a mama. Assegure-se de que a sua posição e a forma como o bebé agarra a mama são supervisionadas e corrigidas, logo que possível, para evitar danos nos mamilos.

Amamente com frequência. As novas mães nem sempre conseguem interpretar os sinais e choros dos seus bebés. Deve, sem dúvida, amamentar em livre demanda e não a intervalos regulares e definidos. Ofereça a mama assim que haja qualquer sinal de fome. Normalmente os bebés mamam melhor se estiverem calmos. Se o seu bebé estiver a chorar vai ter mais dificuldade a abocanhar a mama. Em caso de dúvida, ofereça a mama. O seu bebé vai dizer-lhe rapidamente se a quer ou não.

Para uma visão geral dos resultados da investigação da Dr.ª Kent, descarregue a infografia Até onde vai o que é "normal" em termos de amamentação? ou leia-a abaixo.

kent_pt
Referências

1 Kent JC et al. Volume and frequency of breastfeedings and fat content of breast milk throughout the day. Pediatrics. 2006;117(3):e387-395.

2 Kent JC et al. Longitudinal changes in breastfeeding patterns from 1 to 6 months of lactation. Breastfeeding Medicine. 2013;8(4):401-407.