Amamentar gémeos ou vários bebés

Dar as boas-vindas a dois ou mais bebés de uma vez é uma alegria, mas também pode ser um desafio, especialmente quando se trata de amamentar. Mas, com o apoio certo, é possível amamentar gémeos. Leia mais para ver como

Breastfeeding twins and multiples

Tem de ter em conta muitas coisas quando está à espera de vários bebés e alimentá-los vai provavelmente estar no topo da sua lista. A logística de amamentar dois gémeos – ou mais! – pode ser assustadora. Mas não tenha receio. É possível e os resultados vão ser duplamente compensadores.

Tal como qualquer mãe que amamenta, precisa de perceber os aspetos básicos, tais como a oferta e procura, conseguir a posição certa e o bebé agarrar a mama da forma correta.

Os desafios adicionais quando se amamenta vários bebés incluem o tempo (ou falta de!), manter os seus níveis de energia e perceber qual é o melhor padrão de alimentação. Aceitar ajuda pode tornar isto mais fácil.

Como posso preparar-me para amamentar gémeos?

É essencial ter tudo pronto antes do parto. Mesmo que tenha amamentado antes, peça o conselho de especialistas em alimentação de gémeos.

Existem aulas dedicadas à preparação para o parto e consultores em aleitamento materno ou especialistas em amamentação que podem ensinar-lhe os aspetos básicos da amamentação de gémeos e responder a qualquer questão. Procure também outras mães de múltiplos e veja se existem grupos de gémeos a nível local ou nacional, pois muitas vezes têm reuniões, publicações, linhas de atendimento e outros serviços de apoio valiosos.

Antes da data prevista para o parto, recrute a família e amigos para ajudarem em casa. Passar a responsabilidade pelas tarefas que normalmente faz de preparação das refeições, limpeza e compras, vai permitir-lhe concentrar-se na amamentação, algo que Robin, mãe de quatro filhos,no Canadá, achou valioso: "A minha sogra ficou connosco durante os dois primeiros meses", diz ela. "Não sei o que teríamos feito sem ela!"

Controle também as suas expectativas. A amamentação de gémeos demora tempo a aprender, vai dormir pouco e, no início, vai ficar muito presa em casa.

"No princípio, é muito a tempo inteiro, por isso, deve esperar que a vida seja alimentação, alimentação, alimentação", diz Helen Turier, que, além de ser gestora dos serviços de apoio na Twins and Multiple Births Association (Tamba) no Reino Unido, é uma enfermeira qualificada e mãe de três filhos, incluindo gémeos. "A sua jornada de amamentação pode ser mais longa, especialmente se os seus vários bebés estiveram nos cuidados especiais." 

Como começo a alimentar os meus gémeos?

Ter contacto de pele com pele com os seus bebés logo que possível após o parto é a melhor forma de dar um bom início à amamentação.1 Por isso, inclua isto no seu plano para o parto e fale com o seu companheiro de parto e os seus profissionais de saúde, com antecedência, sobre a sua intenção de amamentar, tendo também em conta o que acontecerá se os seus bebés forem prematuros ou necessitarem de passar tempo nos cuidados especiais.

O ideal é amamentar logo que possível após o parto, mesmo que tenha feito uma cesariana. Os profissionais de saúde devem trazer-lhe os seus bebés e ajudá-los a pegar a mama. Peça ajuda, se não o fizerem e certifique-se de que o seu companheiro é envolvido, para saber como pode apoiá-la.

"Penso que a razão para ter sido bem sucedida na amamentação dos gémeos, quando anteriormente tinha tido dificuldades com o meu filho, foi o facto de ter tido ajuda de especialistas no hospital durante aqueles primeiros dias cruciais", diz Zoe, mãe de três filhos, no Reino Unido.

Irei produzir leite suficiente para dois bebés?

Sim. Isto acontece porque, quanto mais os seus bebés se alimentam, mas leite produz. A investigação mostra que as mães que amamentam trigémeos podem produzir três litros por dia,2 tendo em conta que um bebé masculino médio bebe 831 ml por dia.3

Os seus seios devem produzir colostro – o primeiro leite rico em nutrientes – suficiente para alimentar os seus recém-nascidos nos primeiros dois a quatro dias. Depois disso, a oferta e procura entram em ação.

Siga uma abordagem por vontade do bebé. Amamente quando qualquer dos bebés começar a mostrar sinais de fome – como começar a acordar, pôr a língua de fora, virar a cabeça, arrulhar ou sugar os lábios ou as mãos – para ajudar a desenvolver uma produção suficiente.

O que posso fazer para a amamentação de gémeos ser mais fácil?

Vai ser tentar até acertar, para si e para os seus bebés – lembre-se que eles também estão a aprender. Um bebé poderá mamar com mais facilidade, precisar de mamar com mais frequência ou ganhar peso mais depressa, por isso, trate-os de forma individual. Peça conselhos a especialistas sobre como enfrentar qualquer preocupação.

"Uma enfermeira especialista de obstetrícia minha amiga passou muito tempo a ajudar-me com o posicionamento e a técnica para uma pega correta, que era muito difícil para uma das minhas filhas, no início", diz Anna, mãe de duas filhas, no Reino Unido. "No primeiro mês, precisei mesmo de alguém comigo quando amamentava, só para me passar os bebés. É difícil lidar com dois ao mesmo tempo, especialmente quando são tão pequeninos."

Tenha em mente que as primeiras semanas são as mais difíceis – não será sempre assim tão demorado e cansativo. E lembre-se de que qualquer quantidade de leite materno tem maravilhosos benefícios para os seus bebés.

Se tem dúvidas sobre a sua capacidade para amamentar em exclusivo, ou se os seus bebés se estão a desenvolver apenas com o seu leite, fale sobre as suas opções de alimentação com um profissional de saúde, consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação e também com o seu companheiro, para poder fazer as melhores escolhas para a sua família.

É essencial que os bebés agarrem bem a mama e se sintam confortáveis. Uma almofada de amamentação desenhada especificamente para gémeos pode ajudar no posicionamento e aliviar a pressão dos seus pulsos, braços, costas e ombros.

Apesar de que vai focar a sua energia e atenção nos seus bebés, não descuide a sua própria nutrição e o seu bem-estar.

Bethan, mãe de dois filhos, no Reino Unido, aconselha: "Tente dormir quando puder. Faça as suas compras online e marque a entrega para quando tiver uma amiga ou o seu companheiro consigo. Prepare uma garrafa grande de água e beba sempre que amamentar. E peça a alguém que, depois, leve os seus bebés à rua, para poder descansar."

E se os meus gémeos não conseguirem mamar?

Se um ou os dois bebés precisarem de ficar no hospital por algum tempo, ou se nascerem prematuramente, a amamentação diretamente da mama ainda pode ser possível, mas pode só se estabelecer mais tarde. Se algum dos bebés não conseguir agarrar bem a mama, pode extrair o leite entretanto. Vai ajudar a iniciar e a desenvolver a sua produção de leite e permitir aos recém-nascidos obter todos os benefícios do seu leite materno, quer lhes seja dado com uma seringa, uma sonda de alimentação ou outro método, com o apoio de um profissional de saúde. Vai precisar de extrair leite tantas vezes quantas um recém-nascido mamaria normalmente, o que significa a cada duas a três horas, durante, pelo menos, o primeiro mês.4

"As minhas gémeas nasceram com 30 semanas, de cesariana, e estiveram na unidade de cuidados intensivos neonatal durante muitas semanas", recorda Monika, mãe de três filhos, na Suíça. "Só puderam mamar depois da semana 34 ou 35. Por isso, durante o primeiro mês, eu extraía leite todos os dias, pelo menos oito vezes por dia. Parecia a coisa mais importante que podia fazer por elas."

Poderá ter um bebé suficientemente forte para mamar diretamente da mama, enquanto o outro ainda precisa de leite extraído. Neste caso, muitas vezes, as mães acham que é mais fácil extrair leite para o gémeo mais fraco e amamentar o mais forte.

Está provado que o leite materno reduz o risco de muitos problemas de saúde sérios a que os bebés prematuros estão mais sujeitos, incluindo a enterocolite necrosante (ECN) e a sepsia.5 Por isso, se os seus bebés conseguem tomar algum do seu leite materno extraído, pode ficar reconfortada sabendo que lhes está a dar o melhor início de vida.

Devo amamentar os meus gémeos juntos ou separadamente?

Cada método tem os seus méritos. Poderá amamentar individualmente enquanto se familiariza com os aspetos básicos e depois mudar para a amamentação dos dois ao mesmo tempo, que ajuda a poupar tempo.

Existem várias posições para amamentar gémeos que pode experimentar, como a bola de râguebi dupla (com um bebé debaixo de cada braço), a posição paralela (com os seus bebés deitados sobre o seu corpo virados na mesma direção) ou a posição recostada (com os dois bebés deitados na sua barriga). Peça a um consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação para lhe mostrar como fazer. Poderá achar que uma é mais conveniente para si ou que diferentes posições funcionam bem em diferentes situações.

"Eu achei mais fácil amamentar os meus gémeos ao mesmo tempo," diz Zoe, mãe de três filhos, no Reino Unido. "Fazia o mesmo à noite. Se um bebé acordava para mamar, o meu marido acordava o outro."

Em alternativa, poderá preferir amamentar cada bebé a pedido ou acordar o segundo para mamar depois de o primeiro ter acabado. Ou poderá misturar e combinar.

Apesar de a amamentação ao mesmo tempo em público poder ser complicada, pode comprar coberturas especiais para a ajudarem a sentir-se menos embaraçada.

"No entanto, a amamentação ao mesmo tempo não é para todas. Muitas vezes, assim que um bebé pegava a mama, o outro soltava-se", recorda Robin, mãe de quatro filhos, no Canadá. "Eu acabava por ficar toda suada e frustrada. Mudei para amamentar um depois do outro, sacrificando tempo, mas cuidando da minha sanidade."

Quando se trata de escolher que mama dar a cada filho, algumas mães decidem atribuir uma mama a cada gémeo. No entanto, é boa ideia alternar, para o caso de uma mama produzir mais leite do que a outra. Isto pode ser um problema nos primeiros dias, especialmente se um bebé for mais fraco a alimentar-se do que o outro. Alternar os seios permite que o mais forte estimule a produção de leite para o mais fraco, ajudando a desenvolver uma produção regular dos dois lados.  

Estou a sentir dificuldades com a amamentação de vários bebés: o que devo fazer?

Não tenha receio de pedir a pessoas próximas que cuidem de si, para poder cuidar dos seus bebés. "Lidar bem com as situações pode significar dizer não a coisas que não consegue gerir", aconselha Bethan, mãe de dois filhos, no Reino Unido.

Procure apoio profissional e emocional, independentemente da fase em que esteja na sua jornada da amamentação.

"Eu perdi a minha confiança ao fim de seis semanas," recorda Billie, mãe de quatro filhos, no Reino Unido. "Liguei para uma linha de apoio e fui a um grupo de amamentação, onde me deram sugestões para um posicionamento melhor. Nunca me arrependi."

Principalmente, não seja demasiado dura consigo própria se tiver dias em que está mais em baixo. Por vezes, amamentar vários bebés pode parecer uma responsabilidade avassaladora.

"Amamentar um bebé demora muito mais tempo a aperfeiçoar do que pensa. A perseverança recompensa", diz Olivia, mãe de quatro filhos, na Austrália. "Amamentar dois implica um nível de paciência completamente diferente. Mas vale tanto a pena." 

Referências

1 Crenshaw JT. Healthy birth practice# 6: Keep mother and baby together – it’s best for mother, baby, and breastfeeding. J Perinat Educ. 2014;23(4):211.

2 Flidel-Rimon O, Shinwell ES. Breast feeding twins and high multiples. Arch Dis Child Fetal Neonatal Edn. 2006;91(5):F377-F380.

3 Kent JC et al. Volume and frequency of breastfeedings and fat content of breast milk throughout the day. Pediatrics. 2006;117(3):e387-395.

4 Kent JC et al. Principles for maintaining or increasing breast milk production. J Obstet Gynecol Neonatal Nurs. 2012;41(1):114-121.

5 Underwood MA. Human milk for the premature infant. Pediatr Clin North Am. 2013;60(1):189-207.