Muito pouco leite materno? Como aumentar uma baixa produção de leite

Muitas mães preocupam-se que possam ter uma baixa produção de leite, mas pode ser difícil saber ao certo. Continue a ler para perceber se tem mesmo uma baixa produção de leite e o que pode fazer acerca disso.

Too little breast milk? How to increase low milk supply

"Tenho leite materno suficiente?" é algo com que as novas mães se preocupam com frequência. Mas, se o seu bebé estiver saudável e a crescer bem, o mais provável é que esteja tudo bem. No entanto, se estiver preocupada com a sua produção de leite, é importante pedir aconselhamento cedo. Se tudo estiver bem, mais depressa fica tranquilizada. Além disso, evita a armadilha de dar leite de fórmula ao seu bebé, sem necessidade, o que pode reduzir a sua própria produção de leite.

Motivos para uma baixa produção de leite materno

Um pequeno número de mães pela primeira vez tem dificuldade em produzir leite materno suficiente devido a motivos médicos, que incluem:

  • Uma perda de sangue excessiva (mais de 500 ml) durante o parto ou a retenção de fragmentos da placenta podem atrasar a descida do seu leite (que geralmente acontece cerca de três dias após o parto).1
  • Um historial de síndroma do ovário policístico, diabetes, distúrbios da tiróide ou outros distúrbios hormonais. Por vezes, as mães com estas condições têm uma baixa produção de leite.2
  • A hipoplasia mamária, uma condição médica rara em que não existe na mama suficiente tecido glandular produtor de leite.3
  • Cirurgias mamárias anteriores ou traumatismos da mama – apesar de muitas mães que fizeram cirurgia amamentarem com sucesso.4

Se alguma destas condições se aplicar a si, consulte um consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação.

Como funciona a produção de leite materno

Assim que o seu leite descer, os seus seios começam a produzir leite seguindo um processo de "oferta e procura". Cada vez que é removido leite, quer pelo seu bebé a alimentar-se, quer por extração, os seus seios produzem mais.

É por este motivo que dar biberões de leite de fórmula pode reduzir a sua produção de leite – o seu corpo não está a receber a mensagem para produzir mais leite, porque não está a ser removido nenhum.

A forma como o seu bebé mama também afeta a sua produção. Quanto maior for a frequência e a eficácia da sua amamentação, mais leite produzirá. Se o seu bebé não tomar leite suficiente durante uma sessão de amamentação, é essencial extrair regularmente para proteger a sua produção de leite. Veja mais conselhos abaixo.

Sinais de que o seu bebé não está a receber leite suficiente

Apesar de uma baixa produção de leite ser rara, durante as suas primeiras semanas, o seu bebé pode ainda ter dificuldades em tomar o suficiente, por outras razões. Pode não estar a mamar com a frequência suficiente, ou durante o tempo suficiente, especialmente se estiver a tentar seguir um horário de amamentação, em vez de amamentar a pedido do bebé. Pode não estar a agarrar bem a mama ou pode ter uma condição que torna mais difícil tomar o leite.

Os seguintes sinais mostram que o seu filho não está a receber leite suficiente:

  • Ganha pouco peso. É normal nos primeiros dias os recém-nascidos perderem 5% a 7% do peso que tinham à nascença – alguns perdem até 10%. No entanto, depois disso devem ganhar pelo menos 20 a 30 g por dia e ter de novo o peso que tinham à nascença por volta dos dias 10 a 14.5,6,7 Se o seu bebé perdeu 10% ou mais do peso que tinha à nascença, ou se não começou a ganhar peso por volta dos dias 5 ou 6, deve consultar um médico imediatamente.
  • Fraldas molhadas ou sujas insuficientes. O número de cocós e chichis que o seu bebé tem por dia é um bom indicador para saber se ele está ou não a receber leite suficiente. Veja o nosso artigo que explica o padrão que o seu bebé deve seguir em Amamentar o seu recém-nascido: o que esperar na primeira semana. Consulte um médico se estiver preocupada, ou se tiver notado que as fraldas sujas estão menos molhadas e menos pesadas.
  • Desidratação. Se o seu bebé tiver uma urina de cor escura, a boca seca ou icterícia (pele ou olhos amarelados), ou se estiver letárgico e relutante em mamar, pode estar desidratado.6 A febre, diarreia e vómitos ou o sobreaquecimento podem provocar a desidratação nos bebés. Se notar algum destes sintomas, consulte um médico rapidamente.

Ideias erradas acerca da baixa produção de leite

Tipicamente, os recém-nascidos mamam com frequência – cerca de 10 a 12 vezes por dia ou todas as duas horas – e isto não é sinal de que não tem leite suficiente. Não se esqueça de que o seu bebé também mama para receber conforto e é difícil perceber quanto leite toma em cada sessão de amamentação – a quantidade pode variar.

As situações abaixo são perfeitamente normais e não são sinais de uma fraca produção de leite:

  • o seu bebé quer mamar com frequência
  • o seu bebé não quer que deixe de o ter ao colo
  • o seu bebé acorda durante a noite
  • sessões de amamentação curtas
  • sessões de amamentação longas
  • o seu bebé toma um biberão depois de uma sessão de amamentação
  • sente os seus seios mais moles do que nas primeiras semanas
  • os seus seios não perdem leite ou costumavam perder leite e agora não
  • não consegue extrair muito leite
  • tem seios pequenos

O que fazer se tiver uma baixa produção de leite

Se suspeitar que o seu bebé não está a receber leite suficiente, consulte um consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação. Eles irão avaliar se tem uma baixa produção de leite e observar uma sessão de amamentação, para ver se o seu bebé agarra bem a mama e toma o leite suficiente. Poderão sugerir que ajuste a sua posição de amamentação ou a forma como o seu bebé agarra a mama para poder mamar melhor.

Também pode experimentar ter mais contacto pele com pele com o seu bebé antes e durante as sessões de amamentação, para estimular a hormona oxitocina que faz fluir o seu leite. Ou use técnicas de relaxamento, como ouvir a sua música repousante preferida, para reduzir a ansiedade que possa estar a afetar a sua produção.8

Com apoio, a maioria das mães com baixa produção de leite consegue amamentar os seus bebés parcialmente e algumas conseguem desenvolver uma produção de leite completa.

Se o seu bebé ainda não estiver a tomar leite suficiente diretamente da mama, talvez por ter sido prematuro ou por ter necessidades especiais, poderá ter de extrair leite para proteger a sua produção e o seu profissional de saúde poderá prescrever galactogogos (medicamentos para aumentar a produção de leite).

Se ainda não consegue extrair leite suficiente para o seu bebé, vai precisar de o complementar com leite de dadoras ou com leite de fórmula, sob a orientação de um profissional médico. Um sistema de nutrição suplementar (SNS) pode ser uma forma satisfatória de ele tomar todo o leite de que precisa na mama.

Como aumentar a produção de leite com um extrator de leite

Se precisar de dar um impulso à sua produção de leite nos primeiros cinco dias após o parto, pode usar um extrator de leite elétrico duplo com tecnologia de iniciação, como o Symphony da Medela. Este tipo de extrator foi concebido para imitar a forma como o bebé estimula os seios quando mama e está demonstrado que aumenta a produção de leite a longo prazo.9

Assim que o seu leite descer, a extração dupla significa que pode extrair mais leite em menos tempo.10 Este método também drena melhor os seios, o que também ajuda na produção de leite.

Apesar de todas as mães serem diferentes, muitas vezes, é boa ideia extrair leite logo após ou uma hora depois de uma sessão de amamentação. Isto pode parecer um contrasenso porque geralmente é mais fácil extrair de uma mama cheia. Mas deve pensar na sua sessão de extração como "fazer uma encomenda de leite" para o dia seguinte.

No início, pode recolher apenas pequenas quantidades, mas não desanime – com a extração regular, as quantidades aumentam. Procure retirar leite (através da amamentação e da extração) oito a doze vezes por dia, incluindo uma sessão à noite, quando os seus níveis da hormona prolactina, produtora de leite, estão mais elevados. Quanto maior a frequência da retirada de leite, melhor. Depois de dois ou três dias de extração regular, deverá notar um aumento significativo na produção. Para aconselhamento sobre como obter mais leite em cada sessão de extração, leia as dicas sobre extração de leite materno.

Extração com a ajuda das mãos para aumentar o leite extraído

Se o seu bebé não está a mamar diretamente de todo, ou se não consegue extrair leite suficiente para ele, uma técnica chamada "extração com a ajuda das mãos" pode ser útil. Foi demonstrado que aumenta a quantidade de leite que as mães conseguem extrair numa sessão.11,12 Todo o processo demora cerca de 25 a 30 minutos. Lembre-se de que quanto mais vazios estiverem os seus seios, mais rapidamente produzem leite.

Siga estes passos simples:

  • Massaje os seios.
  • Faça extração dupla usando um sutiã de extração para manter as suas mãos livres.
  • Durante a extração, use os seus dedos e o polegar para comprimir a sua mama durante alguns segundos. Solte e repita. Faça compressões nos dois seios até o fluxo de leite diminuir para apenas umas gotas.
  • Massaje de novos os seios.
  • Termine extraindo manualmente ou fazendo extração simples, comprimindo os seios e alternando de um para o outro, para os drenar tão completamente quanto possível.

Assim que o seu bebé estiver a ganhar peso e a sua produção de leite tiver aumentado, pode passar para a amamentação em exclusivo.

Referências

1 Pang WW, Hartmann PE. Initiation of human lactation: secretory differentiation and secretory activation. J Mammary Gland Biol Neoplasia. 2007;12(4):211-221.

2 Vanky E et al. Breastfeeding in polycystic ovary syndrome. Acta Obstet Gynecol Scand. 2008;87(5):531-535.

3 Neifert MR et al. Lactation failure due to insufficient glandular development of the breast. Pediatrics. 1985;76(5):823-828.

4 Neifert M et al. The influence of breast surgery, breast appearance, and pregnancy-induced breast changes on lactation sufficiency as measured by infant weight gain. Birth. 1990;17(1):31-38.

5 C Tawia S, McGuire L. Early weight loss and weight gain in healthy, full-term, exclusively-breastfed infants. Breastfeed Rev. 2014;22(1):31-42.

6 Lawrence RA, Lawrence RM. Breastfeeding: A guide for the medical profession. 7th ed. Maryland Heights MO, USA: Elsevier Mosby; 2010. 1128 p.

7 World Health Organisation. [Internet]. Child growth standards; 2018 [cited 2018 Feb]

8 Keith DR et al. The effect of music-based listening interventions on the volume, fat content, and caloric content of breast milk-produced by mothers of premature and critically ill infants. Adv Neonatal Care. 2012;12(2):112-119

9 Meier PP et al. Breast pump suction patterns that mimic the human infant during breastfeeding: greater milk output in less time spent pumping for breast pump-dependent mothers with premature infants. J Perinatol. 2012;32(2):103-10.

10 Prime DK et al. Simultaneous breast expression in breastfeeding women is more efficacious than sequential breast expression. Breastfeed Med. 2012;7(6):442-447.

11 Stanford University School of Medicine [Internet]. Stanford, CA, USA: Maximizing Milk Production with Hands-On Pumping; 2017. [Accessed 30.04.2018].

12 Morton J et al. Combining hand techniques with electric pumping increases milk production in mothers of preterm infants. J Perinatol. 2009;29(11):757-764.