Como usar um extrator de leite: 12 melhores dicas

Aprender a usar um extrator de leite pode demorar tempo e exigir dedicação, mas vale bem a pena. Leia as nossas dicas sobre extração de leite para a ajudar a encontrar o caminho certo para uma extração bem sucedida

How to use a breastpump - top tips
Medela expert Nania Schaerer-Hernandez
Dr Nania Schärer-Hernández, Director Global Education, Medela:
Nania, mãe de dois filhos, é uma prestigiada autoridade mundial em composição do leite materno e aleitamento. A sua equipa na Medela dedica-se à conceção de materiais educativos, baseados nas investigações mais recentes, que prestam informação detalhada sobre as melhores práticas para profissionais de saúde e explicam os espantosos benefícios do leite materno para as mães em todo o mundo.

Tal como acontece com qualquer outra habilidade ou competência que valha a pena ter, habituar-se a usar um extrator de leite pode demorar algum tempo. O essencial é ter paciência, mesmo que não consiga extrair tanto quanto gostaria, logo no início. Apesar de tudo, um extrator de leite não estimula em si as mesmas sensações que o seu bebé. Mas, com o tempo, o seu corpo vai aprender a ativar o seu reflexo de descida de leite quando extrai e a quantidade de leite deverá aumentar.

1: Não há necessidade de começar a extrair a toda a pressa...

Nas primeiras quatro semanas, vai trabalhar juntamente com o seu bebé para iniciar e desenvolver a sua produção de leite. Se o seu bebé for saudável e a amamentação estiver a correr bem, não vai precisar de um extrator de leite. No entanto, a extração é muito útil se precisar de estar longe do seu bebé durante algum tempo (veja a dica abaixo). Se não, desfrute deste tempo com o seu bebé e fique descansada porque, mesmo que planeie extrair regularmente no futuro, não há necessidade de "treinar" o seu corpo para isso nas primeiras semanas.

2: ...a menos que o seu bebé não consiga mamar

Se o seu bebé não conseguir mamar diretamente da mama, talvez por ser prematuro ou por ter necessidades especiais, ou porque estão separados por qualquer razão, inicie a extração dupla de leite materno logo que possa, depois do parto.

As investigações mostram que iniciar a extração durante as primeiras horas (quando um recém-nascido saudável começaria a mamar) ajuda as mães a produzirem um maior volume de leite nos primeiros dias e semanas,1,2 dando aos seus bebés uma melhor hipótese de se alimentarem exclusivamente com leite materno.

Se está a contar que o seu bebé (ou bebés) nasça(m) prematuramente, necessitando de cuidados intensivos, ou que tenha(m) uma condição que possa fazer com que a amamentação seja difícil, prepare-se. Aprenda a extrair, faça alguma pesquisa sobre equipamento de que possa precisar e peça apoio a um profissional de saúde, a um consultor em aleitamento ou a um especialista em amamentação.

Provavelmente haverá um extrator de leite duplo de grau hospitalar no seu hospital ou maternidade e poderá pedir ao pessoal hospitalar para lhe mostrar como se usa. É importante retirar leite dos seus seios nas alturas em que o seu bebé mamaria, pois isto significa que os seios recebem a mensagem para produzir leite. No início, tente extrair oito a dez vezes a cada 24 horas3 e mantenha esta frequência quando o seu leite descer.

3: Programe bem

Na sua primeira sessão de extração, extraia durante pelos menos 15 minutos. Não se preocupe se não extrair muito leite no início. Em pouco tempo, a extração regular vai estimular os seus seios a produzirem mais leite.

Algumas mães acham que a extração uma hora depois de uma sessão de alimentação produz mais leite. Outras preferem extrair logo depois de cada segunda sessão. Tente extrair em alturas diferentes para perceber qual a que melhor se adequa ao seu estilo de vida. Quando perceber quais os momentos adequados para si, seja consistente, para o seu corpo se habituar à sua utilização do extrator de leite e às exigências adicionais relativamente à sua produção de leite. Pode sentir-se tentada a aumentar os intervalos entre as extrações, numa tentativa de recolher volumes maiores de leite. No entanto, se esperar até os seus seios estarem cheios, uma só sessão de extração não os irá drenar bem.3,4 Por isso, o ideal é extrair com frequência e regularmente.

4: Tenha cuidados de higiene

Lave sempre as mãos antes e depois da extração de leite e lave todas as peças do extrator que tenham estado em contacto com o seu leite ou com a boca do seu bebé. Também precisará de desinfetá-las, pelo menos uma vez por dia, depois de lavar. Certifique-se de que todas as peças secam completamente e depois pode guardar o kit de extração num saco ou recipiente limpo até à próxima utilização.

5: Esteja preparada

Para evitar ter que interromper a sua sessão de extração de leite, antes de começar tenha perto de si tudo o que vai precisar. Uma bebida, algo para comer, o telefone ou o comando da TV, frascos ou sacos de conservação para o seu leite extraído e uma musselina para enxugar quaisquer pingos.

Um sutiã concebido especialmente para a extração permite-lhe manter as mãos livres, fazendo com que seja muito mais fácil operar os controlos e fazer outras coisas enquanto extrai leite.

6: Instale-se confortavelmente

A melhor posição para a extração é uma posição em que se sinta à vontade. Estar descontraída é essencial para a libertação da hormona oxitocina, que estimula o seu reflexo de descida de leite. O desconforto e as distrações podem dificultar este processo,5 pelo que deve escolher um local sossegado e confortável e certificar-se de que os seus braços e costas estão bem apoiados enquanto extrai.

Se não estiver a usar um sutiã de extração, segure no seu funil entre o polegar e o indicador e use a palma da mão e os outros dedos para apoiar a mama. Encoste o funil à mama suavemente. Pressionar demais pode comprimir o tecido da mama e obstruir o fluxo de leite.

Algumas mães sentem que a respiração profunda, a música relaxante, as técnicas de visualização, ou terem o parceiro a massajar-lhes as costas e os ombros, podem ajudá-las a extrair mais leite.

7: Dê um impulso à sua descida de leite

A maioria dos extratores de leite elétricos a baterias ou pilhas da Medela utilizam a tecnologia 2-Phase Expression, que imita a forma como o seu bebé mama (com uma sucção rápida e leve seguida de sucções mais lentas e fortes), para ajudar a ativar a sua descida de leite. Massajar os seus seios antes e durante a extração,6 bem como aquecê-los7 aplicando uma compressa morna (como uma flanela) antes da extração, têm-se revelado formas de ajudar a estimular o seu fluxo de leite e de aumentar a quantidade que recolhe.

Os cientistas descobriram que o contacto pele-com-pele com o seu bebé antes e durante a extração também pode ajudá-la a extrair mais leite.8 Isto acontece porque o calor e o toque da pele do seu bebé contra a sua pele liberta oxitocina no seu corpo.9 Com efeito, algumas mães sentem que a extração corre melhor se estiverem a amamentar o seu bebé da outra mama enquanto extraem, devido a esta estimulação adicional.

Se o seu bebé não estiver consigo, tente olhar para uma fotografia ou vídeo dele, ou cheirar uma peça da sua roupa, durante a extração.10 Conseguir ter uma ligação com o seu bebé ao mesmo tempo que extrai leite é outra forma de aumentar o seu nível de oxitocina e de ajudar o seu leite a fluir.

8: Tire partido do seu fluxo de leite

Muitas mães não se apercebem da sua descida de leite, por isso esteja atenta durante a extração. Quando começar a ver jatos de leite a atingirem o frasco ou saco de conservação, vai perceber que está a acontecer.11

Se estiver a utilizar um extrator de leite com a tecnologia 2-Phase Expression, ele terá um modo de estimulação e um modo de extração. Normalmente, o modo de estimulação dura cerca de dois minutos, mas assim que vir o leite a fluir como descrito, é importante que mude para a fase de extração. Isto porque, tipicamente, esta primeira descida fornece à volta de 36% do volume de leite, por isso estará a tirar proveito do seu fluxo para recolher mais leite.12

9: Encontre a sua zona de conforto

Durante a fase de extração, extraia com o seu vácuo de conforto máximo, que é a situação de extração de leite mais elevada que pode usar sem ficar desconfortável. As investigações demonstram que assim se extrai uma quantidade de leite semelhante à que um bebé extrai quando mama.13,14

Para encontrar o nível certo para si, aumente gradualmente a sucção do extrator de leite até ficar ligeiramente desconfortável e depois baixe um pouco.

10: Adapte a duração das suas sessões de extração

Assim que a sua produção estiver estabelecida (ao fim de cerca de quatro a seis semanas), pode começar a definir durante quantos minutos precisa de extrair, poupando um tempo valioso. Algumas mães precisam de extrair durante mais tempo do que outras, devido ao número de descidas de leite, que determina a frequência e a duração do fluxo de leite.4,15 O que é realmente maravilhoso é que, enquanto cada mãe tem um padrão de fluxo único, o seu será sempre igual de cada vez que extrai, bem como quando amamenta.16

Então, como pode saber qual é o seu padrão? Escolha uma altura em que normalmente extrai o maior volume de leite e observe enquanto extrai, notando quando os jatos de leite começam a sair do seu mamilo, ou quando o leite pinga no recipiente durante a sessão.

Uma mãe que só tem descidas de leite no início de uma sessão, terá retirado a maior parte do leite dentro de oito a dez minutos e extrair durante mais tempo não vai dar-lhe mais leite. Por outro lado, uma mãe que tem muitas descidas de leite, ou descidas mais tardias, pode precisar de extrair durante quinze minutos ou mais, para drenar a mama completamente.15

11: Duplique

Se está a planear extrair regularmente, vale bem a pena investir num extrator de leite duplo. A extração dupla aumenta o nível de prolactina, a hormona produtora de leite, no seu corpo.17 Espantosamente, as investigações mostram que as mulheres que fazem extração dupla têm uma descida de leite adicional em cada sessão de extração. O que significa que, tipicamente, extraem quase mais um quinto de leite e também leite com um teor de gordura mais elevado, por oposição à extração de uma mama de cada vez.18 Para além de poupar tempo, ao fim de poucas sessões de extração, pode ter um frasco de leite adicional.

12: Não ignore o desconforto

Extrair leite materno não deve doer. Se sentir desconforto durante a extração, ou se notar bolhas ou irritações no mamilo ou na mama, tente reduzir a sucção do extrator de leite.

Certifique-se também de que está a utilizar um funil do tamanho certo (a parte afunilada que se ajusta sobre a sua mama). O túnel do funil deve ajustar-se bem ao mamilo, mas deixando espaço suficiente para que este se mova para a frente e para trás sem roçar. Não deve roçar ou puxar demasiado da sua aréola (a zona escura em redor do mamilo), ou da pele da mama à sua volta, para dentro do túnel enquanto extrai. Um funil que não se ajuste bem pode reduzir a quantidade de leite que extrai e por isso a Medela tem funis de vários tamanhos diferentes.

Se o desconforto continuar depois de ter experimentado estas dicas, pare de extrair e aconselhe-se com um consultor em aleitamento ou um especialista em amamentação.

Referências

1 Parker L et al. Optimal Time to Initiate Breast Milk Expression in Mothers Delivering Extremely Premature Infants. FASEB Journal. 2017;31(1 Supplement):650-19.

2 Parker LA et al. Effect of early breast milk expression on milk volume and timing of lactogenesis stage II among mothers of very low birth weight infants: a pilot study. J Perinatol. 2012;32(3):205.

3 Kent JC et al. Principles for maintaining or increasing breast milk production. J Obstet Gynecol Neonatal Nurs. 2012;41(1):114-21.

4 Prime DK et al. Dynamics of milk removal during simultaneous breast expression in women. Breastf Med. 2012;7(2):100-6.

5 Ueda T et al. Influence of psychological stress on suckling-induced pulsatile oxytocin release. Obstet Gynecol. 1994 Aug;84(2):259-62.

6 Jones E et al. A randomised controlled trial to compare methods of milk expression after preterm delivery. Arch Dis Child Fetal Neonatal Ed. 2001;85(2):F91-5.

7 Yiğit F et al. Does warming the breasts affect the amount of breastmilk production? Breastfeed Med. 2012;7(6):487-8.

8 Acuña-Muga J et al. Volume of milk obtained in relation to location and circumstances of expression in mothers of very low birth weight infants. J Hum Lact. 2014;30(1):41-6.

9 Vittner D et al. Increase in Oxytocin From Skin-to-Skin Contact Enhances Development of Parent-Infant Relationship. Biol Res Nurs. 2018;20(1):54-62.

10 Keith DR et al. The Effect of music-based listening interventions on the volume, fat content, and caloric content of breast milk–Produced by mothers of premature and critically ill infants. Adv Neonatal Care. 2012;12(2):112-9.

11 Prime DK et al. Comparison of the patterns of milk ejection during repeated breast expression sessions in women. Breastfeed Med. 2011;6(4):183-90.

12 Kent JC et al. Response of breasts to different stimulation patterns of an electric breast pump. J Hum Lact. 2003;19(2):179-86.

13 Kent JC et al. Importance of vacuum for breastmilk expression. Breastfeed Med. 2008;3(1):11-9.

14 Kent JC et al. Volume and frequency of breastfeedings and fat content of breast milk throughout the day. Pediatrics. 2006;117(3):e387-95.

15 Kent JC et al. Principles for maintaining or increasing breast milk production. J Obstet Gynecol Neonatal Nurs. 2012;41(1):114-21.

16 Gardner H et al. Milk ejection patterns: an intra-individual comparison of breastfeeding and pumping. BMC Pregnancy Childbirth. 2015;15(1):156.

17 Hill PD et al. The effect of sequential and simultaneous breast pumping on milk volume and prolactin levels: a pilot study. J Hum Lact. 1996 Sep;12(3):193-9.

18 Prime DK et al. Simultaneous breast expression in breastfeeding women is more efficacious than sequential breast expression. Breastfeed Med. 2012;7(6):442-7.