Cuidados dos mamilos para as mães que amamentam

Apesar de a amamentação ser benéfica para si e para o seu bebé, pode ser dura para os seus mamilos! Leia os nossos conselhos e dicas sobre os cuidados dos mamilos para ajudar a manter a dor à distância

Nipple care for breastfeeding mums
Medela expert Sioned Hilton
Sioned Hilton, health visitor, neonatal nurse and lactation consultant:
Sioned, mãe de três filhos, há mais de 30 anos tem vindo a dar apoio a famílias com bebés e crianças pequenas. Além de trabalhar com mães que amamentam e extraem leite, tanto em hospitais como na comunidade, colabora em revistas e conferências sobre maternidade e paternidade e realiza workshops para profissionais de saúde.

"Amamentar não deve doer" é um mantra que as novas mães ouvem muitas vezes. Mas muitas acabam por descobrir que a realidade é bastante diferente nos primeiros dias.

Primeiro, durante a gravidez os mamilos da maioria das mulheres ficam maiores e mais sensíveis. E quando o seu recém-nascido começa a mamar, cria pressão e sucção como nunca sentiram antes (bem, pelo menos se for mãe pela primeira vez).

As sessões de amamentação também podem demorar bastante tempo - às vezes até uma hora - e o seu bebé pode mamar até 13 vezes por dia.1 Toda esta nova sucção, pressão e saliva podem dar origem a mamilos doridos.

Imagine os lábios que ficam doridos ou gretados devido ao vento ou ao sol. Quanto mais os humedece lambendo-os, mais secos e danificados ficam. Por isso hidrata-os para os acalmar e proteger e ajudar a sarar. Passa-se o mesmo com os seus mamilos.

No entanto, a dor vai desaparecendo, à medida que, juntamente com o seu bebé, se vai habituando a amamentar durante as primeiras semanas. Tratar dos problemas rapidamente é essencial para evitar maiores danos. Por isso, se os seus mamilos ficarem gretados, começarem a sangrar ou estiverem insuportavelmente dolorosos, fale com um consultor em aleitamento ou um especialista em amamentação logo que possa.2

No entanto, prevenir é o melhor remédio. Por isso, leia estas minhas dicas para resolver os problemas.

Verifique como o seu bebé abocanha a mama

A chave para uma amamentação sem dor é o bebé fazer uma boa pega. Quando o seu bebé está a abocanhar a mama, dirija o mamilo para o céu da boca dele. Isto irá ajudá-lo a agarrar o mamilo, bem como parte da aréola (o círculo de pele mais escura em redor do mamilo) por baixo dele. Ter tanto o mamilo como algum tecido da mama na boca, como aqui, irá ajudá-lo a mamar corretamente.3

Peça a um consultor em aleitamento ou  enfermeiro especialista para verificar a forma como o seu bebé agarra a mama nos primeiros dias. Eles irão aconselhá-la sobre como ultrapassar qualquer problema e poderão sugerir posições de amamentação alternativas para a ajudar a amamentar o seu bebé com o mínimo de dor possível.

Tenha em atenção a língua presa ou freio da língua curto

A língua presa (anquiloglossia) afeta 4 a 11% dos recém-nascidos.4 Significa que a tira de pele que liga a língua ao fundo da boca, denominada freio lingual, é demasiado curta. Um bebé com língua presa pode não ser capaz de abrir a boca o suficiente para conseguir abocanhar bastante mama e provavelmente a língua não consegue cobrir a gengiva inferior quando faz o movimento de sucção. O resultado podem ser mamilos doridos para si e frustração para ele.

O seu bebé precisa de ser avaliado por um profissional de saúde, um consultor em aleitamento ou um  enfermeiro especialista para confirmar se tem a língua presa. Se necessário, pode ser tratada com um procedimento simples denominado corte do freio da língua (frenectomia lingual). Realizado por um profissional de saúde, normalmente não necessita de anestesia e pode ajudar a resolver de imediato os problemas da amamentação.5

Existe uma condição semelhante, mas mais rara, denominada lábio preso ou freio labial curto, em que o freio que liga o lábio superior à gengiva superior é demasiado curto. As línguas presas e os lábios presos nem sempre são detetados nos exames neonatais, por isso, se pensa que um destes casos pode estar a causar as suas dores nos mamilos, procure aconselhamento rapidamente.4

Dicas sobre o cuidado dos mamilos durante a amamentação

  • Lave o peito apenas com água durante o banho ou duche. Os pequenos altos (glândulas de Montgomery) na sua aréola produzem um óleo que hidrata e protege os seus mamilos. O sabonete e o gel de banho podem eliminar este óleo natural, provocando secura e irritação.6
  • Deixe os seus mamilos secarem ao ar ou limpe suavemente com uma toalha. Era usual dizer-se às mulheres que esfregassem os mamilos para os enrijecerem, mas isso já não é aconselhado. Felizmente!
  • Não é necessário lavar a mama ou os mamilos antes de amamentar. Na verdade, as bactérias da superfície da sua mama podem ajudar a desenvolver o microbioma intestinal do seu bebé.7
  • O leite humano fresco pode ajudar a sarar os mamilos danificados,8 por isso tente massajá-los com algumas gotas antes e depois de amamentar.
  • Mude os protetores de seios com frequência se ficarem húmidos, para reduzir o risco de infeções bacterianas ou fúngicas, incluindo a candidíase mamária.6
  • Evite aumentar os intervalos entre as sessões de amamentação para "descansar" os seus mamilos. O seu bebé necessita de mamar por livre demanda para se manter saudável e crescer bem. Lembre-se que a amamentação frequente desenvolve e mantém a sua produção de leite, por isso continue a amamentar, mesmo com alguma dor.9

Produtos úteis para o cuidado dos mamilos

  • Creme para mamilos de lanolina ultra pura - um produto natural obtido a partir da lã de ovelha. Hidrata e ajuda na recuperação. É inofensivo para o seu bebé, por isso não precisa de ser lavado antes de amamentar.
  • As almofadas de hidrogel podem ser colocadas nos mamilos doridos para um alívio imediato das dores da amamentação, bem como para criar as condições ideais para a recuperação. Pode mesmo guardá-los no frigorífico para um conforto refrescante.
  • Os protetores de mamilo ajustam-se dentro do seu sutiã. São ótimos para impedir a fricção da roupa contra os mamilos doridos e têm orifícios para o ar poder chegar aos mamilos e ajudar a sarar.
  • Sutiãs de amamentação fabricados de material respirável como o algodão, ou de tecido que seca rapidamente e elimina a humidade dos mamilos danificados.
  • Os mamilos de silicone são coberturas em silicone que se ajustam sobre os seus mamilos, com pequenos orifícios para o leite fluir quando amamenta. Protegem a pele que está por baixo e podem dar ao bebé que abocanha debilmente a mama algo mais firme para agarrar. De uma forma geral, os mamilos de silicone devem ser considerados uma solução a curto prazo. Se tiver problemas ou sentir dor, consulte o seu consultor em aleitamento ou especialista em amamentação.

Quando deve consultar um médico

Quando o seu bebé e os seus mamilos estiverem habituados à amamentação, é verdade que não deve doer. Vale a pena repetir que a principal causa para os mamilos doridos é a pega incorreta. Se um especialista em amamentação não conseguiu resolver o seu problema de mamilos doridos, tente outro e outro, se necessário.

Se a sua dor nos mamilos persistir ou se notar sintomas fora do comum, procure um consultor em aleitamento ou um enfermeiro especialista. Manchas brancas ou pele escamada podem ser sinal de candidíase mamária, os mamilos esbranquiçados ou azulados podem ser causados por uma perturbação circulatória como a doença de Raynaud (vasoespasmo) e pus ou vermelhidão quente são sinais de infeção.2

Referências

1 Kent JC et al. Volume and frequency of breastfeedings and fat content of breast milk throughout the day. Pediatrics. 2006;117(3):e387-395.

2 Berens P et al. Academy of Breastfeeding Medicine. ABM Clinical Protocol# 26: Persistent pain with breastfeeding. Breastfeeding Medicine. 2016;11(2):46-53.

3 Cadwell K. Latching‐On and Suckling of the Healthy Term Neonate: Breastfeeding Assessment. J Midwifery & Women’s Health. 2007;52(6):638-42.

4 Segal LM et al. Prevalence, diagnosis, and treatment of ankyloglossia: methodologic review. Canadian Family Physician. 2007;53(6):1027-1033.

5 O'Shea JE  et al. Frenotomy for tongue‐tie in newborn infants. The Cochrane Library. 2017.

6 Jacobs A et al. S3-guidelines for the treatment of inflammatory breast disease during the lactation period. Geburtshilfe und Frauenheilkunde. 2013;73(12):1202-1208.

7 Pannaraj PS et al. Association between breast milk bacterial communities and establishment and development of the infant gut microbiome. JAMA pediatrics. 2017;171(7):647-654.

8 Mohammadzadeh A et al. The effect of breast milk and lanolin on sore nipples. Saudi medical journal. 2005;26(8):1231-1234.

9 Kent JC et al. Principles for maintaining or increasing breast milk production. J Obstet, Gynecol, & Neonatal Nurs. 2012;41(1):114-121.