9 problemas de amamentação no primeiro mês – resolvidos

Conselhos de especialista para superar os problemas comuns da amamentação durante o primeiro mês

Breastfeeding problems first month solved
Medela expert Cathy Garbin
Cathy Garbin, child health nurse, midwife and lactation consultant:
Cathy foi Investigadora Associada do prestigiado Hartmann Human Lactation Research Group durante sete anos, dando, ao mesmo tempo, apoio a mães que amamentavam nas suas casas e em hospitais. Mãe de dois filhos, continua a trabalhar com famílias, organiza dias de estudo para profissionais de saúde e participa como oradora em conferências internacionais.

Amamentar é uma técnica que se aprende, tal como conduzir e nos primeiros meses algumas mães e bebés podem ter alguns percalços pelo caminho! Demora tempo e é necessário praticar, até ambos sentirem que é algo instintivo. Lidar com os desafios da amamentação agora significa que tem mais hipóteses de estabelecer uma boa produção de leite e de continuar a amamentar durante mais tempo. Aqui estão as minhas dicas para superar as mais comuns dificuldades de amamentação que as mães sentem do final da primeira semana até ao final do primeiro mês.

Problema 1: Tenho um nódulo doloroso na mama

Existem várias razões para ter nódulos e altos numa mama lactante. Uma das mais comuns é um canal bloqueado, obstruído por leite, que dá origem a um nódulo duro que pode ser doloroso e sensível.

Soluções1–3

  • Massaje a zona afetada, principalmente quando amamentar ou extrair leite, para ajudar a libertar a obstrução.
  • Pressione a mama suavemente com uma flanela morna, ou tome um banho ou um duche morno antes de uma sessão de amamentação, para aliviar o desconforto.
  • Continue a amamentar normalmente para evitar o risco de acumulação de leite, que pode provocar mastite.
  • Tente extrair da mama afetada depois das sessões de amamentação, para garantir uma boa drenagem do leite e para ajudar a remover a obstrução, permitindo que o canal funcione de novo. Pode consultar o portfólio completo de extratores da Medela e escolher um que satisfaça as suas necessidades.
  • Peça informação sobre o tratamento com ultrassom terapêutico. Se for frequente ter canais bloqueados, o seu consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação pode recomendar este procedimento, que pode ajudar o leite a fluir novamente. É realizado por um fisioterapeuta.
  • Consulte o seu profissional de saúde se notar sinais de infeção (uma mama avermelhada e dorida, ou sintomas idênticos aos da gripe, como temperatura elevada, dores e desconforto, ou dores de cabeça), ou se pensar que o nódulo não está relacionado com a amamentação.

Problema 2: Os meus seios estão vermelhos e doridos

Se um ou ambos os seus seios estão avermelhados e doridos e isso não for devido a um canal bloqueado, é provável que tenha mastite. Esta é uma condição em que o tecido da mama fica inflamado. Os sinais incluem uma zona avermelhada e quente, sensibilidade, sintomas idênticos aos da gripe - ficar quente e fria, com dores nas articulações e uma temperatura superior a 38,5 °C (101,3 °F). Se tiver estes sintomas, consulte o médico imediatamente. A mastite tem de ser tratada rapidamente, pois pode piorar em poucas horas.3

As causas para a mastite podem ser:

  • um canal bloqueado que não foi tratado
  • bactérias que entraram na sua mama através dos mamilos gretados ou feridos
  • o bebé agarrar mal na mama
  • intervalos prolongados entre sessões de amamentação
  • seios demasiado cheios
  • utilização de um sutiã ou roupa demasiado apertada que "corta" a pele
  • desmame rápido do seu bebé da amamentação
  • uma produção excessiva de leite

Soluções3
Além de procurar aconselhamento médico, pode experimentar as seguintes dicas de autotratamento:

  • Tome paracetamol ou ibuprofeno (não aspirina) para aliviar a dor, como indicado na embalagem ou por um farmacêutico.
  • Continue a amamentar ou a extrair com frequência. O seu leite continua a ser seguro para o seu bebé beber. O fluxo de leite ajuda a limpar qualquer bloqueio e a evitar futuras acumulações. Parar repentinamente pode agravar os sintomas. Poderá necessitar de extrair qualquer leite remanescente após as sessões de amamentação.
  • Ofereça ao seu bebé primeiro a mama afetada. Isto poderá ajudar o bebé a drená-la adequadamente. Se for demasiado doloroso, comece pela mama que não está afetada, para iniciar o fluxo de leite e depois troque.
  • Descanse, beba e coma bem. Certifique-se de que bebe bastantes líquidos e de que come alimentos nutritivos.
  • Massage a zona num banho ou duche quente, ou comprima com uma flanela ou uma compressa quente para ajudar a libertar o bloqueio e aliviar os sintomas, antes da sessão de amamentação ou da extração.
  • Utilize uma compressa quente após as sessões de alimentação para reduzir a inflamação. 

Problema 3: Sinto-me exausta

Por vezes, amamentar pode ser cansativo e implacável durante as primeiras semanas. Provavelmente, o seu bebé vai mamar com intervalos de poucas horas, durante o dia e a noite, enquanto, por seu lado, ainda está a recuperar do parto.

Soluções

  • Cuide de si. Pode ser mais fácil dizer do que fazer quando se tem um recém-nascido, mas descanse o mais possível, tente alimentar-se regularmente e de forma saudável e beba bastante água. Procure a ajuda do seu parceiro, da família e amigos, mesmo ajuda remunerada, se tiver possibilidade.
  • Amamente deitada. Pode sentir-se mais descontraída e sentir menos pressão nas zonas doridas, em costuras ou nas cicatrizes da cesariana.
  • Não falhe sessões de amamentação. Uma pessoa querida e bem intencionada pode oferecer-se para dar o biberão ao seu bebé, enquanto descansa. Apesar de isto ser tentador, é aconselhável que estabeleça uma produção de leite através da amamentação ao longo das primeiras quatro semanas. Assim que a amamentação esteja estabelecida, pode tentar dar ao seu bebé uma sessão de alimentação com leite extraído, mas até lá, peça à família e amigos que se encarreguem das outras tarefas, para poder concentrar-se na amamentação.

Problema 4: Como posso produzir mais leite materno?

É fácil perder a confiança na sua produção de leite materno, especialmente quando o seu bebé passa por picos de desenvolvimento, comuns na terceira ou quarta semana. Pode pensar que ele aumentou as sessões de amamentação porque não está a produzir leite materno suficiente, mas se o seu bebé continua a ter a quantidade regular de fraldas molhadas e sujas - consulte amamentação: o que esperar no primeiro mês – provavelmente está a mamar com mais frequência por uma questão de conforto. É fácil ficar abalado com tudo o que vê e ouve de novo à sua volta e mamar faz com que se sinta seguro.4

Soluções{4,5

  • Evite complementar as sessões de amamentação com leite de fórmula, a menos que os profissionais de saúde estejam preocupados com o aumento de peso do bebé ou com os níveis de hidratação. Continue a oferecer a mama ao seu bebé para aumentar naturalmente a sua produção de leite. Ficará tudo bem em pouco tempo.
  • Não siga um horário para amamentar. Amamente o seu bebé em livre demanda, para garantir que a sua produção de leite acompanha as necessidades dele.
  • Utilize um extrator de leite para aumentar a produção de leite materno, além de continuar com as sessões de amamentação.

Problema 5: Tenho demasiado leite

O hiperaleitamento, ou uma produção excessiva de leite, pode causar dificuldades na amamentação para si e para o seu bebé. Enquanto sofre de seios inchados que perdem leite e são desconfortáveis, o bebé pode estar a fazer muito esforço para agarrar a mama, começar a engasgar-se com o seu fluxo de leite rápido e pode não conseguir terminar bem a sessão de amamentação.6

Soluções

  • Retire um pouco de leite materno no início de uma sessão de alimentação para reduzir a força da sua descida de leite. Não extraia demasiado, pois isso pode piorar os seus problemas de produção excessiva. Extraia apenas o suficiente para aliviar o desconforto. Tente extrair manualmente, ou utilize um extrator (consulte a nossa gama de extratores de leite materno para encontrar um que satisfaça as suas necessidades).
  • Utilize uma toalha ou uma fralda de pano para enxugar qualquer leite em excesso, ou coloque um coletor de leite materno na sua outra mama, enquanto amamenta, para recolher alguma perda de leite.
  • Certifique-se de que o seu bebé se sente apoiado. Segure-o firmemente (faz com que se sinta seguro) e numa posição confortável em que consiga mover a cabeça. Fale com ele durante o fluxo rápido inicial, para que não se sinta surpreendido e não se afaste da mama.
  • Consulte um consultor em aleitamento ou especialista em amamentação, que examinará ambos e poderá sugerir a amamentação só de um lado ou a amamentação em cada mama por períodos fixos de tempo, como formas de regular a sua produção de leite.
  • Seja paciente. Os problemas de produção de leite normalmente melhoram ao fim de algumas semanas.

Problema 6: Os meus seios estão desequilibrados!

Pode notar que o seu bebé prefere agarrar um dos seios, ou que uma mama produz mais leite do que a outra, o que pode fazer com que fiquem com um tamanho ou uma forma diferentes. Isto é muito comum e não deverá causar qualquer problema quando amamentar. Se não está a incomodá-la ou a incomodar o seu bebé, não precisa de fazer nada a esse respeito, mas há coisas que pode tentar fazer, no caso de se sentir embaraçada.

Soluções

  • Ofereça primeiro a mama menos usada em cada sessão de alimentação, pois normalmente o seu bebé suga mais vigorosamente no início.
  • Utilize um extrator de leite para ajudar a aumentar o aleitamento na mama menos eficiente.
  • Não se esqueça da mama mais cheia. Vai precisar de continuar a amamentar também da mama maior, para evitar o bloqueio dos canais de leite e a mastite.
  • Consulte o médico. Por vezes uma infeção no ouvido pode fazer com que o seu bebé só mame de um lado. Isso acontece porque algumas posições podem provocar desconforto. Pegar nele numa posição mais vertical pode ajudar. Além disso, se tiver uma infeção mamária, isso pode alterar o sabor do seu leite e desencorajá-lo.

Problema 7: Tenho uma bolha no mamilo

As exigências da amamentação frequente podem, por vezes, provocar uma fricção dolorosa ou uma bolha de sangue na mama, no mamilo ou na aréola.7

Soluções

  • Peça a um consultor em aleitamento ou especialista em amamentação para verificar a forma como o seu bebé agarra a mama. Agarrar a mama de forma superficial pode provocar bolhas no mamilo ou na aréola.
  • Tome paracetamol ou ibuprofeno (não aspirina) até uma hora antes de amamentar o seu bebé para aliviar a dor durante a amamentação.
  • Experimente posições de amamentação diferentes para evitar pressão na zona dorida.
  • Use creme de lanolina ultra pura para aliviar a dor.    
  • Use protetores de seio para impedir que a roupa irrite a bolha e para ajudar a sarar através da circulação de ar, ou experimente almofadas de hidrogel refrescantes para aliviar a dor e incentivar a recuperação.
  • Experimente a extração. Usar um extrator de leite pode ser uma alternativa para obter leite sem irritar a bolha. Certifique-se de que usa um funil do tamanho correto, de forma a que o mamilo possa mover-se livremente sem roçar no túnel do funil.
  • Não rebente a bolha, pois pode provocar uma infeção.
  • Consulte o médico se o problema persistir e for doloroso.

Problema 8: Tenho um ponto branco doloroso no mamilo

Quando a abertura de um canal de leite fica bloqueada com leite espesso, ou quando uma fina camada de pele cresce sobre ela, pode criar-se um pequenino ponto branco ou amarelo na ponta do mamilo. Estes canais de leite obstruídos – por vezes conhecidos como bolhas de leite – podem provocar dor localizada em algumas mães, principalmente durante a amamentação ou extração. Outras não sentem qualquer desconforto. As bolhas brancas podem persistir durante dias ou semanas, até que a pele eventualmente quebre e o leite endurecido possa escapar.8

Soluções

  • Siga os conselhos acima para lidar com bolhas de fricção.
  • Solte o bloqueio se conseguir ver a obstrução de leite saliente. Tente retirá-la cuidadosamente com unhas muito bem lavadas.
  • Continue a amamentar ou a extrair para tentar fazer com que o canal funcione outra vez normalmente. Não vai fazer mal ao seu bebé se o canal for desobstruído enquanto ele mama.
  • Aplique uma flanela quente e húmida sobre a bolha imediatamente antes de amamentar ou extrair, para incentivar o canal bloqueado a abrir-se. Também pode tentar esfregá-lo energicamente com uma flanela limpa e humedecida.
  • Extraia leite manualmente antes de amamentar, para tentar puxar para fora "fios" de leite endurecidos. Se não resultar, amamente ou extraia normalmente. Repita várias vezes por dia.
  • Mergulhe uma bola de algodão em rama em azeite e deixe no sutiã junto do mamilo com a bolha. Pode ajudar a amaciar a pele.
  • Consulte o médico se o problema persistir. Um profissional de saúde, consultor em aleitamento materno ou especialista em amamentação pode retirar a obstrução com uma agulha estéril. Isto deve ser feito depois de amamentar, quando a bolha está mais saliente.

Problema 9: Os mamilos doem-me quando amamento

É normal os seus mamilos estarem sensíveis, ou mesmo doridos, nas primeiras fases da amamentação, mas normalmente isso deixa de acontecer ao fim de alguns dias. Se a forma como o seu bebé faz a pega foi avaliada por um especialista e a dor persiste, ou se sente dores no mamilo sempre que amamenta, pode necessitar de ajuda médica para resolver o problema.2,7

Se tiver algum destes sintomas e sinais numa ou em ambas as mamas, durante ou após a amamentação, pode ter uma infeção bacteriana ou candidíase mamária:

  • ardência, comichão ou sensação de picadas nos mamilos, quer suaves, quer intensas
  • dores nos mamilos intensificadas pela roupa que toca na mama
  • dores nos mamilos que continuam mesmo depois dos ajustes feitos na forma como o seu bebé abocanha a mama  
  • mamilos que são sensíveis ao toque
  • dor lancinante, aguda, ardente e profunda
  • dor na mama durante toda a sessão de alimentação e até cerca de uma hora depois
  • mamilos de um vermelho vivo
  • uma mudança na cor ou textura da aréola - rosa vivo, escurecida, seca ou escamada
  • uma irritação esbranquiçada na aréola ou na mama

Verifique igualmente se o seu bebé apresenta os seguintes sintomas e sinais:

  • manchas ou películas espessas e brancas na língua
  • pontos brancos nas bochechas, que não desaparecem esfregando
  • uma irritação nas nádegas, de tom vermelho vivo, com manchas, que não desaparece com os cremes para as irritações provocadas pelas fraldas

Soluções7

  • Consulte o médico. O seu profissional de saúde provavelmente vai querer tirar uma amostra dos seus mamilos para verificar de que tipo de infeção se trata, se for esse o caso. As infeções bacterianas são tratadas de forma diferente das infeções fúngicas como a candidíase mamária, pelo que é melhor fazer o tratamento adequado o mais cedo possível. Existem outras causas para dores semelhantes nos mamilos, incluindo eczema, psoríase ou vasoespasmo (estreitamento dos vasos sanguíneos) nas mães, ou uma má forma de abocanhar a mama ou língua presa nos bebés. Por isso, é importante ter um diagnóstico preciso.
  • Tenha boas práticas de higiene. Lave as mãos antes e depois de amamentar, de aplicar qualquer tratamento e de mudar as fraldas. Mude os protetores de seio com frequência, lave os sutiãs, tops e toalhas a uma temperatura elevada e lave cuidadosamente os funis e quaisquer peças que entrem em contacto com a boca do bebé, como as tetinas.
  • Deixe os mamilos secarem depois das sessões de alimentação, pois as infeções desenvolvem-se em ambientes quentes e húmidos.
  • Consulte novamente o seu profissional de saúde se não sentir melhoras ao fim de alguns dias. Não deixe que o problema se agrave.

Continue a ler: Amamentação: O que esperar no primeiro mês

Amamentação: O que esperar ao fim de um mês

Desafios da amamentação ao fim de um mês

Referências

1 Academy of Breastfeeding Medicine Protocol Committee. ABM clinical protocol# 20: Engorgement. Breastfeed Med. 2009;4(2):111-113.

2 Jacobs A et al. S3-guidelines for the treatment of inflammatory breast disease during the lactation period. Geburtshilfe und Frauenheilkunde. 2013;73(12):1202-1208.

3 Amir LH. Academy of Breastfeeding Medicine Protocol Committee. ABM clinical protocol# 4: Mastitis, revised March 2014. Breastfeed Med. 2014;9(5):239-243.

4 Kent JC et al. Principles for maintaining or increasing breast milk production. J Obstet, Gynecol, & Neonatal Nurs. 2012;41(1):114-121.

5 Amir L. Breastfeeding managing ‘supply’ difficulties. Aust fam physician. 2006;35(9):686.

6 Trimeloni L, Spencer J. Diagnosis and management of breast milk oversupply. Journal Am Board Fam Med. 2016;29(1):139-142.

7 Berens P et al. Academy of Breastfeeding Medicine. ABM Clinical Protocol# 26: Persistent pain with breastfeeding. Breastfeed Med. 2016;11(2):46-53.

8 Australian Breastfeeding Association [Internet] White spot nipple; March 2015 [Accessed 08.02.2018].